+55 43 3512-1000     capal@capal.coop.br
  INICIAL A COOPERATIVA SEJA UM COOPERADO UNIDADES FALE CONOSCO
INSTITUCIONAL
AGENDA
PUBLICAÇÕES
LINKS ÚTEIS
DOWNLOADS
INFORMATIVOS
PREVISÃO DO TEMPO
   



27
Dez 19

Cafeicultura brasileira ocupa 1,81 milhão de hectares de área agrícola total




Dados e análises da produção dos Cafés do Brasil, do Acompanhamento da Safra Brasileira, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), aponta que o Brasil é o quinto maior país produtor com uma área total de 851,57 milhões de hectares, cuja dimensão territorial permite explorar sua área com pastagens, cultivo de lavouras e florestas plantadas em 255,47 milhões de hectares, o equivalente a 30% do território nacional. No caso da cafeicultura, a área em produção corresponde a 1,81 milhão de hectares, número que representa apenas 0,71% da citada área explorada em 2019.

Com relação à área em produção e o volume produzido de café, por estado, Minas Gerais, colheu 24,55 milhões de sacas de 60kg, o que equivale a 49,8% do total produzido, em uma área de 983 mil hectares, que representa 54,2% do total da área em produção no País. Espírito Santo foi responsável por produzir 13,5 milhões de sacas (27,4% da produção) em 393,9 mil hectares (21,6% da área em produção); São Paulo, 4,33 milhões de sacas (8,8%) em 201,3 mil hectares (11,1%).

Na sequência, vem o estado da Bahia, que é o quarto produtor nacional, colheu 3 milhões de sacas (6%) em 97,3 mil hectares (5,3%); Rondônia, 2,2 milhões de sacas (4,5%) em 62,7 mil hectares (3,5%); Paraná, 953 mil sacas (1,9%) em 36,9 mil hectares (2%); Rio de Janeiro, 245 mil sacas (0,5%) em 11,7 mil hectares (0,65%). E os demais estados produtores de café produziram 521 mil sacas (1,1%) em uma área em torno de 25,2 mil hectares (1,4%), totalizando 49,3 milhões de sacas numa área de 1,81 milhão de hectares, conforme citado anteriormente.

O total da receita gerada no ano, nas lavouras, foi de R$ 19,3 bilhões, tendo como base o mês de novembro de 2019. Se for estabelecido um ranking do faturamento bruto dos seis primeiros estados produtores de café, Minas Gerais figura em primeiro lugar com R$ 10,6 bilhões, equivalentes a 54,92% do total. Em segundo, o Espírito Santo se destaca com R$ 4,28 bilhões (22,17%), seguido por São Paulo com R$ 1,92 bilhão (9,94%).

O estado da Bahia com R$ 989,62 milhões (5,12%), figura também em quarto lugar nesse ranking, seguido de Rondônia com R$ 722,95 milhões (3,74%), que ocupa a quinta colocação. Por fim, o Paraná, sexto colocado, com R$ 399,08 milhões, que equivalem a 2,06% do total do faturamento bruto das lavouras de café. Os demais estados produtores possuem 1,24% do total com uma receita de R$ 241,36 milhões. A receita da lavoura cafeeira deste ano (novembro) representou queda de aproximadamente 26,8% em relação ao faturamento de 2018, o qual atingiu R$ 26,38 bilhões.

A produção mundial de café, em 2019, foi de 167,4 milhões de sacas de 60kg, o consumo atingiu o volume físico de 167,9 milhões de sacas. O Brasil se destaca, mesmo com uma safra inferior, como o maior produtor mundial, com 49,30 milhões de sacas, 29,45% de todo café produzido no mundo, mantendo o protagonismo do País na cafeicultura mundial. 

 

Fonte: www.cafepoint.com.br

 






+55 43 3512-1000
capal@capal.coop.br
A COOPERATIVA
- História
- Visão
- Administração

SEJA UM COOPERADO
- Vantagens
- Como ser um cooperado
- Formulário

UNIDADES
PRODUTOS E SERVIÇOS
Rações
- gado de leite
- gado de corte
- outros animais
Sementes
- soja
- trigo
Recepção e Secagem
Loja de Produtos
Postos de Combustível
INSTITUCIONAL
- Trabalhe conosco
- Fale conosco
- Vídeo institucional
- Galeria de imagens

NOTÍCIAS

AGENDA

PUBLICAÇÕES
- Editoriais
- Relatórios
Capal Cooperativa Agroindustrial - 2014 | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Marketing Mix
Rua Saladino de Castro, 1375. Arapoti - Paraná - Brasil - Fone: (43) 3512-1000. Fax: (43) 3557-1633